Um Catatau pra Quarentena

Depois de tentar engolir um monte de livrinhos, conclui que precisava encarar um catatau nessa quarentena. Opções imediatas:

  • Cem Anos de Solidão (numa releitura minimamente decente. Please!)
  • 2666 (segunda tentativa – e pensar que li o Pintassilgo inteirinho 🙁
  • O Arco-Íris da Gravidade

O último não estava no porão. Encomendei na promessa da entrega em 5 dias. Chegou em 3. Tô no sexto. Sem um átimo de arrependimento. Eu precisava rir. Ganhei gargalhadas a cada dois parágrafos. O Arco-Íris é a coisa mais retardada que já li na vida.

Barão Vermelho

The Eddy

10+ Anos

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Sliding Sidebar

Sobre

junkyage s.f. última era do  antropoceno. Última no sentido de recente, corrente. Última no sentido de derradeira, saideira?

* (asterisco) s.m. 1. curinga, substituto. 2. representação lo-fi de uma flor.

Junkyage* blog à moda antiga sobre coisas que merecem ser vistas ou revistas antes que a gente foda com tudo.

Curador Amador

Nando Vasconcellos, cidadão de meia idade e vida inteira de amador numa cidadezinha do interior que não é Bacurau. Que pena!

Cura é copia & cola com zelo, na unha, sem algoritmos. Crio com retalhos dos outros. Algumas partes e relações são óbvias. Este todo* não surgiria em nenhum outro lugar. Nem se bilhões de macacos tentassem por dez mil anos.