The School of Life

Coleção e síntese de uma década de experiências na Escola da Vida, iniciativa encabeçada pelo filósofo suíço Alain de Botton. A tese que justifica a Escola pode ser resumida mais ou menos assim:

Estamos relativamente bem resolvidos nas questões científicas, técnicas e materiais. O que aprendemos é baseado em séculos ou milênios de desenvolvimento. Há defasagens e problemas mil, claro. Mas não começamos do zero como acontece com a Educação Emocional. Neste caso, é como se esse tipo de conhecimentos e habilidade fosse inato ou impossível de ser ensinado. Porque as escolas não falam nada sobre isso! Não surpreende que sejamos tão imaturos e estejamos tão ansiosos e inseguros. Alain:

Se você entrar em uma faculdade de humanas e pedir, ‘por favor, me ensine a lidar com meu coração partido’ ou ‘como devo me sentir agora?’ – periga que eles chamem a polícia ou o hospício.

O livro é dividido em cinco grandes blocos: Você, os Outros, Relacionamentos, Trabalho e Cultura. Deve sair logo em português, pela Sextante. Editora que já lançou, dentre outros, Grandes Pensadores (Great Thinkers, 2018). Uma lista bastante original de pensadores e ideias que podem nos ajudar durante essa travessia maluca.

Para saber um pouco mais sobre as ideias do pensador Alain de Botton:

O pitaco é livre e gratuito:

Seu email não será publicado nem mal utilizado, podes crer.

Sliding Sidebar

Sobre

junkyage s.f. última era do  antropoceno. Última no sentido de recente, corrente. Última no sentido de derradeira, saideira?

* (asterisco) s.m. 1. curinga, substituto. 2. representação lo-fi de uma flor.

Junkyage* blog à moda antiga sobre coisas que merecem ser vistas ou revistas antes que a gente foda com tudo.

Curador Amador

Nando Vasconcellos, cidadão de meia idade e vida inteira de amador numa cidadezinha do interior que não é Bacurau. Que pena!

Cura é copia & cola com zelo, na unha, sem algoritmos. Crio com retalhos dos outros. Algumas partes e relações são óbvias. Este todo* não surgiria em nenhum outro lugar. Nem se bilhões de macacos tentassem por dez mil anos.