Treadstone

A história de Jason Bourne continua rendendo. Depois de 5 longas, agora temos uma série na Prime Video: Treadstone.

Jason não vai aparecer. A série não usa nenhum personagem da história original escrita por Robert Ludlum. Surrupia apenas o projeto que criou Bourne: Treadstone. Com boas sacadas. O início em Berlin, 1973. Agentes adormecidos ao redor do globo. Alguns bem improváveis, como a professora de piano norte-coreana.

A série tem mais dos filmes, particularmente daqueles dirigidos pelo Paul Greengrass, do que dos livros. Câmera nervosa, cortes a cada 5 segundos, perseguições mil e lutas, várias lutas coreografadas como nos filmes. Não é o tipo de série que vai durar. É só mais um mimo para os fãs de Jason Bourne.

O pitaco é livre e gratuito:

Seu email não será publicado nem mal utilizado, podes crer.

Sliding Sidebar

Sobre

junkyage s.f. última era do  antropoceno. Última no sentido de recente, corrente. Última no sentido de derradeira, saideira?

* (asterisco) s.m. 1. curinga, substituto. 2. representação lo-fi de uma flor.

Junkyage* blog à moda antiga sobre coisas que merecem ser vistas ou revistas antes que a gente foda com tudo.

Exemplos

Curador Amador

Nando Vasconcellos, cidadão de meia idade e vida inteira de amador numa cidadezinha do interior que não é Bacurau. Que pena!

Cura é copia & cola com zelo, na unha, sem algoritmos. Crio com retalhos dos outros. Algumas partes e relações são óbvias. Este todo* não surgiria em nenhum outro lugar. Nem se bilhões de macacos tentassem por dez mil anos.