http://junkyage.com/wp-content/uploads/2014/03/Steven-Wilson-Grace-for-Drowning-1024x1024.jpghttp://junkyage.com/wp-content/uploads/2014/03/Steven-Wilson-Official.jpghttp://junkyage.com/wp-content/uploads/2014/03/183269774_640.jpghttp://junkyage.com/wp-content/uploads/2014/03/Steven_Wilson_2-1.jpghttp://junkyage.com/wp-content/uploads/2014/03/DriveHome.jpghttp://junkyage.com/wp-content/uploads/2014/03/vlcsnap-2014-02-28-21h22m38s246.png
Músicas 01/03/2014

Index

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Sou um colecionador, coleciono tudo o que vejo
Nunca jogo nada fora
Te colecionaria também se tivesse a chance
Te aprisionaria sob o vidro e assinaria a obra

Se te colecionasse e colocasse numa cela pequena
Todo dia poderia te tirar e estudar
Não é fácil ser o que sou, é um trampo solitário
A obrigação de colecionar é meu único desejo

Steven Wilson capturou em Index (Grace for Drowning, 2011) o espírito de O Colecionador. A faixa é tão assustadora quanto o livro/filme:

[lyte id=”dte3-sSkWic” /]

Mais um entre tantos que provam que o rock classudo e artístico segue progressivo, Wilson é a guitarra e voz (e outros múltiplos instrumentos) do Porcupine tree e diversos projetos paralelos. O mais relevante deles é sua própria carreira solo.

0 Comments

Socialize

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×